quarta-feira, 4 de março de 2015

A SIMPLICIDADE NO FUTEBOL

Fotógrafo: Wilton Lima
Equipamento: Canon T3i -> f6.3 – 1/200s – ISO-400
Local: Martinópole – Ceará

O Brasil é considerado o País do Futebol, o país que tem a alegria e a força de sempre dá um jeitinho pra tudo. No início o futebol era um esporte restrito, praticado apenas pela elite branca existente no país. Aos poucos ele foi ganhando força e adesão popular com a chegada do esporte nas várzeas, mas somente na década de 1920, os negros passaram a ser aceitos e com isso, o futebol se tornou um esporte das massas. 

O futebol é um esporte que pode levar alguns a uma riqueza imaginável, e ao mesmo tempo pode-se ver a simplicidade de outros milhares amantes do esporte e vê-lo ser praticado, muitas vezes, em condições precárias, porém, com muito amor e dedicação, sempre com o sonho de chegar perto daqueles que alcançaram fama e prestígio mundial através da bola.

Muitos garotos, como esses da foto, sonham em ser como Cristiano Ronaldo, Messi ou como o brasileiro Neymar, jogadores de fama mundial e salários milionários. Muitos dos jogadores tidos como ricos e bem sucedidos no futebol, começaram suas carreiras praticando em campinhos de areia e até mesmo em situações como a desses garotos.

A foto registrada em Martinópole, interior do Ceará, há pouco mais 300 km da Capital, mostra o momento em que um dos garotos cobra um penalti. Mesmo com toda dificuldade em praticar o esporte, todos os dias se reúnem nessa mesma rua para brincar e sonhar que são grandes jogadores.

A imagem, além de registrar a simplicidade no futebol praticado por um grande número de crianças em todo o Brasil, registra algo interessante e único; cada um expressa um sentimento e prazer no que está se fazendo. O garoto que se prepara pra chutar é o que mais se dedica e corre quando estão vivendo esse momento e segundo ele, vai chegar um dia onde está seus ídolos, como o caso do jogador do Real Madrid, Cristiano Ronaldo. O único garoto de blusa, de uma família um pouco mais abastada exprime um leve sentimento de dor ao ter machucado o dedo quando caiu e que está ali, certamente, por está sempre incluído no grupo de garotos que gostam de brincar na rua onde mora.

A fotografia foi feita com uma semi profissional da Canon. Com suas opções de mudanças de tonalidades no momento do registro e com o ISO um pouco elevado, ao considerar a iluminação externa do momento, foi necessário uma leve manipulação no contraste e enquadramento da foto, o que para Philippe Dubois, no quarto capítulo do seu livro O ATO FOTOGRÁFICO E OUTROS ENSAIOS, diz ser a foto agora, tratada como uma pintura por haver nela manipulações (edições) após a foto ter sido feita. “Uma vez dado o golpe, tudo está dito, inscrito, fixado. Não é mais possível intervir na imagem que se está fazendo... Se são possíveis manipulações, estas correções depois do golpe, a foto já é tratada como uma pintura.” (página 167).

Mesmo que a foto esteja nesse momento sendo tratado como uma pintura, por haver modificações depois do registro único com uma câmera fotográfica, ela não deixa de expressar o sentimento e a realidade do que se tentou mostrar.

Com o objetivo de uma fotografia artística, onde emoção, contrastes sociais e expressão de busca por algo melhor, a foto intitulada A SIMPLICIDADE NO FUTEBOL, mostra que a realidade vive em real harmonia como o sonho.

WILTON LIMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário