domingo, 15 de março de 2015

INSENSIBILIDADE MARTINOPOLENSE


Ontem, nossa cidade viveu um clima tenso, com duas mortes de forma triste. Final da tarde, um homem sofreu um acidente de motocicleta e veio a óbito. Já no final da noite, uma adolescente de aproximadamente 15 anos enforcou-se, em sua própria residência. 

Sem entrar em discussão sobre as causas da morte e suicídio, venho referir-me a frieza de uma população, que praticamente todos se conhecem e que até podem ser amigos. Até às 2h da manhã de hoje, aproximadamente, muitos estavam num clube com o som em uma altura meio que exagerada, o próprio proprietário chegou a ir no local onde a jovem havia tirado sua vida e mesmo assim, não respeitando a dor das famílias continuou com a festa.

Acredito e ouso comparar essa frieza, com aquela que os espectadores tinham em ver os milhares e milhares de cristãos, que foram mortos no Coliseu de Roma.

A morte, por mais explicação que possamos achar ter, sempre haverá tristeza e solidariedade com aqueles que ficam a sofrer. Ainda mais em uma cidade pequena como a nossa. 

Tristeza e luto, junto com essas famílias. Que Deus possa consolá-los e ajudá-los em superar a dor da perda. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário