quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Crer e Pensar #001 - UM EVANGELHO FABRICADO



Na busca de ver os templos lotados e na realização ministerial, muitos “líderes” abandonaram o Evangelho e passaram a pregar abobrinha. Passaram a usar estratégias para atrair mais e mais espectadores, esquecendo que a Palavra é suficiente para atrair o homem à Cristo.
Transformaram a Igreja em uma empresa, os crentes em consumidores e o Evangelho em um produto.

Claro que para se tornar um produto agradável a todos, foi preciso fazer algumas, ou melhor, muitas modificações no “produto” original. Como pouca coisa se aproveitava, fabricou-se então, um novo evangelho, um evangelho que agrada a quem ouve.
Um evangelho que transmite um deus que dá quando recebe e na medida em que recebe. Um deus que busca sacrifícios.
A Igreja então, sendo agora uma empresa, atraiu consumidores exigentes, que não mais doam por amor, mas esperando receber bem mais em troca.

Os cultos não são mais os mesmos.
Hoje tem culto pra tudo: Culto da Vitória, Culto da Libertação, Culto da Prosperidade, Culto (Sessão) do Descarrego, Culto da Benção, Culto das Causas Impossíveis, Culto de Avivamento e por aí vai...
Tudo isso para atender todos os gostos. 
Nesses cultos o foco principal é o homem, sempre vencendo, prosperando e quando isso não acontece, é devido a sua pouca fé, um pecado ou mesmo porque não contribuiu financeiramente.

O verdadeiro Avivamento, alicerçado e moldado no AMOR, foi trocado por um avivamento de emoções humanas, surgindo com ele muitas heresias.
A razão deixa de existir e o homem cheio da unção desse novo avivamento, pula, grita, roda como pião, imita animais, rola no chão, corre atrás de anjos e ri descontroladamente.

O problema desse Evangelho Fabricado é que seu efeito é passageiro e pode deixar muitas sequelas. 
Confesso que em nada me agrada e sinto até nojo do evangelho do homem. Estou farto de ver os “nossos” líderes trocarem um alimento saudável, nutritivo e saboroso por migalhas e bolotas que nem mesmo o mais indigno entre os homens merecia comer.

Estou farto! Quero voltar a ouvir a Palavra.
Palavra que traz vida e vida em abundância, pois Cristo é a própria Palavra e o sentido real do Evangelho Puro e Simples, como C.S. Lewis relatou em seu célebre livro "Cristianismo Puro e Simples".
Que nossa oração diária seja esta, a volta da Igreja ao Evangelho Verdadeiro, Puro e Simples.

Só a Deus, a Glória!


WILTON LIMA


Obs.: Texto escrito no começo de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário